O Universo Paralelo de Kirsty Mitchell

A artista inglesa cresceu escutando as histórias de sua mãe até chegar a uma idade em que tinha que esconder esse fato dos amigos. Estudou artes plásticas, fotografia, história da arte, e fez um curso de figurino para filme e fotografia na London College Of Fashion. Também estagiou com ninguém mais ninguém menos que Alexander McQueen Hussein Chalayan.

Quando sua mãe morreu de um tumor cerebral em novembro de 2008, Kirsty se refugiou na fotografia, sendo uma forma de recriar o mundo de fantasias contado por sua mãe.

“I found myself producing pieces that echoed the memories of her stories, and the belief in wonder I have always felt since a child.”

 

Kirsty explica que a série Wonderland foi feita justamente em homenagem à sua mãe. A artista tinha como objetivo criar um livro de histórias sem palavras. Um mundo mágico, cheio de personagens estranhas e inexplicáveis, encontradas em paisagens extraordinárias. Segundo Kirsty, nenhuma das imagens foi pensada especificamente a partir de alguma história. Ela remonta as cenas a partir das lembranças meio “embaçadas” que carrega consigo.

Wonderland também serve para lembrar que todos nós vivemos em uma wonderland real. Mitchell prova isto ao ir atrás de paisagens que existem, sem distorcê-las no Photoshop.

“The beautiful fields of flowers, the unusual trees, the snow scenes – all of these places exist, its just that we spend too much time starring at the television instead of looking out the window.(…) It is important to make the picture feel magical, but I also think there is an important message for us to rediscover our natural world again.”´

 

 

Vale à pena conferir não só o site de Kirsty – que tem uma trilha sonora incrível – como também navegar no Diário da artista, onde ela descreve todo o processo das fotografias, mostrando que esse mundo surreal que ela cria, está mais próximo de nós do que imaginamos…

 

By Giulia Bianchi
giuliabianchi@brrun.com

[Pics: ©advertisement.]

  • "Wonderland também serve para lembrar que todos nós vivemos em uma wonderland real. Mitchell prova isto ao ir atrás de paisagens que existem, sem distorcê-las no Photoshop." <<<<<<<<<<< PÁ! ^^